VisitOeiras |

Igreja Matriz de Oeiras

Igreja Matriz de Oeiras

A igreja matriz de Oeiras dedicada a Nossa Senhora da Purificação, começou a ser construída em 1702, tendo sido inaugurada em 1744. (…) A construção da atual capela-mor, com o fecho da abóboda, foi terminada em Agosto de 1704.

Considera-se como certa a sua existência já no reinado de D. Dinis, mas da então paróquia de Nossa Senhora da Purificação de Oeiras até à atual igreja matriz, bastantes séculos decorreram. 

A ideia de se proceder à construção de um templo significativamente espaçoso para as necessidades da freguesia foi nascendo e surgindo ao longo dos tempos, embora se tornasse difícil de executar, tendo em conta a enorme despesa que acarretava. Mas a pequenez da antiga igreja paroquial era, de facto, manifesta.

O responsável pelo projeto arquitetónico foi o célebre arquiteto régio João Antunes, nesta fase já no final da sua carreira. O superintendente que finalizou as obras foi D. António Rebelo de Andrade, homem de cultura muito apurada, que personifica o mecenas da época barroca. No entanto e à data da sagração desta obra, embora a igreja estivesse totalmente edificada, faltava a colocação das pinturas

«Uma cidade sem seus velhos edifícios é como um homem sem memória». Leandro Silva Teles

Considera-se como certa a sua existência já no reinado de D. Dinis, mas da então paróquia de Nossa Senhora da Purificação de Oeiras até à atual igreja matriz, bastantes séculos decorreram. 

A ideia de se proceder à construção de um templo significativamente espaçoso para as necessidades da freguesia foi nascendo e surgindo ao longo dos tempos, embora se tornasse difícil de executar, tendo em conta a enorme despesa que acarretava. Mas a pequenez da antiga igreja paroquial era, de facto, manifesta.

O responsável pelo projeto arquitetónico foi o célebre arquiteto régio João Antunes, nesta fase já no final da sua carreira. O superintendente que finalizou as obras foi D. António Rebelo de Andrade, homem de cultura muito apurada, que personifica o mecenas da época barroca. No entanto e à data da sagração desta obra, embora a igreja estivesse totalmente edificada, faltava a colocação das pinturas.

 

 

Horário:

2ª feira: 09h00-13h00

Conheça também